12 de fevereiro de 2009

Certo e errado

Eu tenho medo de fazer o que é certo pra mim, pra minha mente, hoje, e acabar fazendo o que é errado, para mim no futuro.
Não sei, tem tanta coisa que eu to tentando fazer acontece, que não é bom pra algumas pessoas, mas que também não é ruim, e que pra mim seria perfeito se acontecesse mesmo.
Essa historia de fazer o certo, e não fazer nada de errado é muito contraditória.
Eu posso fazer tudo certo hoje, e amanha, tudo que eu fiz estar errado.
Eu posso cometer um erro agora, e daqui a muitos anos, eu acabar sendo beneficiada com esse erro, que hoje, foi o fim pra mim.
E tem outra, eu preciso de historias pra contar. Eu não quero me lembrar que quando eu tinha 13 anos a coisa que eu mais fiz foi estudar, estudar, e fazer tudo certinho.
Ta certo, que tem que ter uma enorme responsabilidade em tudo que se faz quando se é adolescente e quer ter historias pra contar daqui a 20 anos, mas tem coisas, que eu posso fazer aqui mesmo, sentada na cadeira do computador, com uma janela do msn aberta, que seriam ótimas historias a serem contadas, e ainda renderiam varias risadas.
Como falar com o guri que eu gosto, e ficar falando merdas, ate ele me manda dormir por que eu já bebi demais, (eu não bebo) conversar com pessoas que eu não deveria conversar, falar coisas que eu não deveria falar...
Eu gosto de fazer o errado, é bom, e como todo mundo sabe, e aprova (ta nem todo mundo aprova), tudo que é perigoso é sempre, muita mais divertido.
O certo pode ser bem legal, ás vezes, quando se trata de não agir de forma errada e irresponsável.

Um comentário:

Betina disse...

tu já tem muuuitas histórias pra contar pros teus tataranetos, isadora, hihi
Não, sério, tu já viveu muita coisa, não precisa viver a vida adoidada, haha :*