15 de julho de 2009

Viver

Um dia você aprende que ia sim, sentir saudade da sua vida naquela época que você jurava que estava tudo dando errado, e que você tinha a audácia de achar que as suas amigas eram falsas com você. Você não fazia a mínima ideia do que vinha pela frente. Um dia você vai sentar, pensar, e vai descobrir que naquela época a vida não era difícil coisa nenhuma, que as contas de matemática não eram nem a metade do que elas são agora, e que a falsidade perto de você praticamente não existia, comparada com a que existe hoje. Um dia você vai ver, que aqueles sorrisos que suas amigas lhe proporcionaram, eram reais, que você era feliz, muito, mas muito feliz, e nem sabia. Um dia você aprende a valorizar cada coisa que você faz, cada pessoa que você tem, e que pode contar. E depois disso, você vai aprender, que nao pode contar com ninguém, além de você mesmo e sua mãe. Um dia você vai acordar se sentindo mal, sem a mínima vontade de sair da cama, e vai ver, que o dia que você disse que 'foi o pior dia da sua vida' não seria nada perto do que vinha pela frente, e um dia você vai chegar em casa, loca de sono, cansada e vai dizer 'valeu a pena'. Um dia você vai fantasiar, que você vai, daqui a muito tempo, de fato aprender a viver sem errar. Mas o que você não sabe, é que coisas novas apareceram na sua frente, coisas que você nunca imaginou enfrentar, então você vai entender que nunca viveremos sem errar, que sempre erraremos, por mais que vivamos eternamente.

4 comentários:

Henrique disse...

o primeiro q leio :D

Renata Severo disse...

Isadora! Que texto tri!!!
Digo de novo: cada vez tu escreve melhor!
Ah, e obrigada pela confiança. É muuuiitooo bom ver q tu sabe q pode contar comigo p q der e vier!!!
Te amo...
Mami

Ellie Charlotte disse...

gostei,
bjs

Ana Carolina Lima Da Rosa disse...

Isadora, eu adorei o teu texto e concordo contigo, muitas vezes agente diz que as coisas eram dificil,quando na verdade eram facil, e hoje em dia tem muito mais gente falça do que agente achava que aquelas pessoas que eram falças, na verdade eram verdadeira,com nós.