10 de fevereiro de 2009

Amor! Amor?

Ah , que coisa.
Quando eu acho que não preciso ver o vivente pra saber que eu to bem, que eu posso viver bem nesse mundo, ele aparece, e me mostra que com ele o mundo realmente fica mais colorido, mais alegre, a gente tem mais força pra sorrir, só de olhar o sorriso dele, o cabelo dele, ooooown, não sei explicar.
Pô! Eu amo ele, e nada muda esse sentimento.
É como colorado sabe? 'eu sou colorado e nada muda isso ' (eu não sou colorada!)
Eu amo ele, e nada muda isso, infelizmente.
Ai eu digo que é infelizmente e vem ele e lê isso, e acaba achando que eu não gosto de gostar dele.
Eu gosto, gosto muito, mas gosto mais dele.
Cada amor é de um jeito, uns são impossíveis, outros a gente sabe que rola, outros a gente tem certeza que não é impossível, mas não sabe se rola. O que é o meu caso.
Po! Muita gente já me falo que ele gosta de mim, e fontes bem confiáveis diga-se de passagem. Mas eu acho, ou melhor, quase chego a saber que ele não gosta de mim.
Bom, isso são outros quinhentos.
Como eu disse num outro texto que eu falei sobre ele, eu só posso agradecer a ele, por ele ser a pessoa que mais faz meu dia ficar feliz, lindo, perfeito, colorido, divertido.
Ele é tudo pra mim e nem sabe...

2 comentários:

Betina disse...

comigo é exatamente assim, eu amo ele, ele faz meu dia feliz, é um amor que eu não tenho certeza se é impossível mas não sei se rola..:(
amei o texto isa ;*

Anônimo disse...

OH MY GOSH =O