18 de fevereiro de 2009

Felicidade alheia

Ontem eu falei em felicidade, e em quem sabe ser feliz.
É incrível a nossa capacidade de transformar um dia inteiro.
Hoje, o dia devia ter sido chato e intediante, mas foi muito mara! Mesmo com o atendimento do bar, que é péssimo, com a boa educação das atendentes do bar, com o clima 'húmido', com os raios, e como nada pra fazer, a gente se divertiu e riu demais.
Foi incrível a inveja que as tias do bar sentiram da gente, é sério.
Eu acho que elas não sabem o que é felicidade.
Claro, passam aqueles dias quentes atendendo adolescentes chatos, que acabaram de sai da àgua gelada, enquanto elas derretem na frente daquela chapa fazendo torradas e cachorros quentes. Acho que hoje foi a gota d'agua pra elas (escreve assim?), com essa chuva maldita, o frio que tava lá, e o tédio que tava o dia, a gente se divertiu demais, riu e ainda encheu demais o saco delas, com a nossa diversão.
Curte as fotos, hehe.





2 comentários:

Joanaa ;D disse...

éé, tava mara :D
muito bom o dia de hoje, e pior nos mandaram ir embora de lam senao a gente estaria ate agora la
JHSDAUDHUISDH

Betina disse...

é, haihaihaihaihiaha