1 de agosto de 2009

Legítima Utopia

Dando uma renovada em mim mesma, resolvi dar uma renovada em uma das coisas que mais me representa: O meu blog. Pesquisando melhor, dentro do meu coração e dentro das coisas que eu acreditei um dia, e acredito, achei uma vida extremamente utópica. Achei sonhos, que não são sonhos para serem alcançados, são fantasias, coisas que restaram da vida de princesa que esperava o príncipe encantado. Coisas que não participam mais da isadora que existe aqui, mas que ainda fazem parte de mim. Explicar? Impossível. Desistências de sonhos, que hoje, eu vejo que não eram impossíveis. Atos por impulso, que relembrados de hoje em dia, são absolutamente
ridículos. Olhando pra mim, como alguém de fora, vi que muitos dos meus sonhos de 2 ou 3 meses atrás, eram legitimas utopias. Eu mudei muito comigo. Para quem vê de fora, eu continuo aquela isadora das legitimas utopias. Para mim, que vejo de dentro, uma isadora que acredita menos no futuro. Que 'esquece' de fazer planos, e prefere viver cada segundo, como se fosse nunca mais. Uma isadora que cansou dessa legitima utopia, mas que sente falta dela, uma isadora, como muitas utopias a serem desfeitas. Uma isadora, para aprender que o mundo de hoje em dia, não tem tempo para nossas utopias adolescentes. Uma isadora, que parou de acreditar no futuro. Que passou a querer voltar no tempo, com a sabedoria que tem hoje.

2 comentários:

Betina disse...

amei o texto e o novo layout :D

Renata Severo disse...

Ótimo o texto, como sempre! Mas pq essa coisa meio deprê?!! A vida é bela Isadora, c seus altos e baixos...
Beijão
Mami