8 de dezembro de 2008

Aquela pessoa...

Sabe aquela pessoa que deixa a coisa mais simples do mundo, super divertida? Que te deixa com um sorriso no rosto e outro no coração? Que num simples olhar, faz o mundo girar? E que com um simples sorriso encanta tudo, mesmo encantando só a gente...
Aquela pessoa, que por mais que a gente odeie, ache isso e aquilo, a gente não consegue não amar? Aquela pessoa que só a gente consegue achar bonita, divertida e perfeita do jeito que a gente acha?
Aquela pessoa que a gente lembre sempre, a qualquer hora, em qualquer lugar, pode ser quando a gente tem o maior problema do mundo pra resolver, ou quando tem todos os motivos para sorrir na mão. Uma pessoa que a gente sente alguma coisa diferente, que faz o coração pular mais rápido, que faz a gente ter vontade de sair gritando e pulando, feliz com tudo de bom que a gente tem na vida.
Aquela pessoa que é tudo na nossa vida.
Essa pessoa não precisa nem saber direito do que a gente sente quando vê ela, mas ela nos ajuda mesmo sem saber, sempre. Com um simples olhar e um sorriso, essa pessoa resolve todos os problemas do mundo, uma pessoa que a gente saiba que é a pessoa menos perfeita do mundo, mas que pra gente, é a melhor pessoa do mundo, pra gente, essa pessoa não tem defeitos, nao adianta o que falem...
Que quando a gente olha, é impossível ficar sem olhar de novo? E que quando ta por perto, deixa o mundo mais divertido, e mais perfeito de se viver?
Então, essa pessoa, ela é especial, ela é tudo.
Eu te amo ‘essa pessoa’! , e obrigada por ser tudo isso e mais um pouco, mesmo sem imaginar que é metade disso.

2 comentários:

Renata Severo disse...

Oi Isa!!! Muito legal esse texto: define com precisão e verdade o que é a paixão!
Em poucas e acertadas frases tu disse tudo, tudo, tudo o que a gente sente qdo está apaixonado!!!
E que guri sortudo esse, de ter uma menina tão especial apaixonada por ele!
Um beijão
Mami

Renata Miranda Ragagnin disse...

A tua última frase foi per-fei-ta.
Definiu com perfeição o sentimento mais lindo que existe: O AMOR!

Hoje por coincidência escrevi sobre a dor do amor... Passa lá depois.

Beijão!