29 de janeiro de 2010

Earth..


Haiti, o pais mais pobre das Américas, foi-se ao chão, e ninguém pode mudar isso. Famílias inteiras foram desestruturadas, pessoas morreram, crianças, mães, pais, primos, amigos, não voltarão mais para casa. Sorrisos, brincadeiras, tudo virou um passado distante que irá demorar para voltar. A prioridade agora é tentar salvar o pais de mais catástrofes, e lutar pela sobrevivência. Ninguém sabe ao certo se realmente quer sobreviver para ver o mundo acabar, mas o instinto de sobrevivência fala cada vez mais alto. Países, famílias, empresas, amigos.. Todos se mobilizando para amenizar o sofrimento de tantos. Vivemos com tanto luxo, e não aproveitamos isso. Quando o mundo passa por situações extremas como essa, é que nos damos conta de como não percebemos que nossa vida é maravilhosa, e precisamos aproveitar isso.

Somos seres humanos, racionais, e temos tudo para viver em paz, mas não sabemos aproveitar as oportunidades certas. O homem, destrói a própria casa, a própria vida. E enquanto uns destróem tudo, e pioram cada vez mais a situação do nosso 'lar', outros tentam reconstruir o que foi destruído. Os extremos estão sendo mostrados agora. As garras, os dentes, a vontade de viver. O mundo entra em colapso e todos vamos atrás de novas soluções para isso.

Cada um precisa fazer a sua parte, e quando todos o fizerem, e realmente se derem conta que nada é infinito, e que a tecnologia, ainda não aprendeu fabricar ar e água, viveremos em um mundo melhor, mais harmônico e organizado. Precisamos cada um poluir cada vez menos e gastar menos àgua, e todo dia, mais pessoas precisam se dar conta disso.
Não nascemos para destruir uma obra tão linda da natureza. E eu não vim parar na terra, para ver o homem destrui-la. A minha parte eu vou fazer, e vocês, farão a sua ?

Um comentário:

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Sim, farei a minha parte. Resta saber quem mais fará. Acontece que por causa das irresponsabilidades do passado e do presente, países que não têm nada a ver acabam pagando...

É hora de mostrar o que é ser humano de verdade: ajudando...